O filme “meu nome não é Johnny” tem tudo a ver comigo porque meu nome também não é Johnny.

Demi in Belo Horizonte, Brazil

Um homem escapou da prisão, onde tinha estado por 15 anos. Ele entrou numa casa à procura de dinheiro e armas e encontra um casal jovem deitado na cama. Ele ordena ao marido que saia da cama e amarra-o a uma cadeira. Em seguida, amarrou a mulher à cama, subiu para cima dela e beijou o seu pescoço. Levantou-se e foi para o banheiro. Com o criminoso ausente, o marido diz para a mulher: “Escuta, este homem deve ser um fugitivo, observa as roupas dele! Provavelmente passou muito tempo na cadeia e não vê uma mulher há anos. Eu vi como ele beijou o teu pescoço. Se ele quiser sexo, não resistas, faz tudo o que ele disser. Satisfaz as suas vontades, por mais que te dê repulsa. Ele deve ser muito perigoso, e se ficar irritado, provavelmente vai matar-nos. Sê forte, minha querida. Eu amo-te.” E a sua mulher responde: “Ele não estava a beijar o meu pescoço. Ele estava a sussurrar no meu ouvido. Ele disse-me que era gay, e que te achou atrativo, e perguntou se tínhamos vaselina ou lubrificante para poder usar contigo. E eu disse-lhe que estava no banheiro. Sê forte, querido! Eu também te amo!”.

Eu realmente não consigo idealizar alguém apaixonado por mim. Eu não consigo imaginar alguém pensando em mim antes de dormir, ou contando para os seus amigos sobre mim com um sorriso bobo. Eu não consigo imaginar ninguém nas nuvens porque eu disse um “oi” ou qualquer coisa assim. Não consigo imaginar alguém sorrindo para a tela do computador quando a gente está conversando. Sei lá, só não consigo.

Relaxa que tua hora de tomar no cu vai chegar, amorzinho ✌

diario-de-uma-abestada:

Reblogue se você quer dinheiro

image

credit